terça-feira, 29 de setembro de 2015

Estrabismo: O que é? Como detectar? E como Tratar?

Oi gente! Tudo bem?

Hoje eu vim conversar com vocês sobre um assunto um pouco mais sério. 
Recentemente, eu descobri que minha filha tem estrabismo, então achei bem legal vim compartilhar isso com vocês e também deixar todas as informações sobre o estrabismo, como detectar e como tratar.

Estrabismo é um defeito visual, onde os olhos não ficam alinhados, e apontam para direções diferentes.
Existem três tipos de estrabismo, como a esotropia ou desvio convergente  (onde os olhos se desviam pra dentro), a exotropia ou desvio divergente (desvio dos olhos para fora), e os desvios verticais ( um olho fica mais alto ou mais baixo que o outro)
Estrabismo se não tratado de maneira correta, pode causar baixa visão, comprometimento da visão binocular (3D), problemas psicológicos, sociais e econômicos relacionados ao desvio ocular. 

Bom, no meu caso nós conseguimos detectar por fotos mesmo, desde bebezinha, eu notava uma pequena diferença nos olhos da minha filha, mas nunca dei muito importância porque achava que poderia ser o ângulo da foto, mas com o tempo já estava muito visível o desvio nos olhos dela, que é o sintoma chamado diplopia (visão dubla), mas também existem outros sintomas como: dificuldade para ler, lacrimejamento, dor ocular, entre outros.

Há tratamentos diferentes para os vários tipos de estrabismo. Alguns são corrigidos com o uso de óculos, outros com óculos e cirurgia de correção de estrabismo, e há aquelas que são corrigidos apenas com a cirurgia. Em alguns casos, pode ser realizado o tratamento de estrabismo com toxina botulínica. A oclusão (ou tampão) é utilizada principalmente para o tratamento da ambliopia, a baixa visão causada pelo estrabismo.

Não há ainda tratamento efetivo e duradouro para a ambliopia quando diagnosticada tardiamente. Os fatores mais importantes para a sua correção são a idade do paciente e a acuidade visual no início do tratamento, mas a correção cirúrgica do estrabismo continua podendo ser realizada com finalidade estética.


Então gente, eu já levei minha filha no médico, e foi pedido um exame para saber ao certo o grau de estrabismo que ela tem pra começarmos os tratamentos. 
Nessa primeira consulta já dá pra se notar se a visão esta sendo comprometida e graças á Deus, minha filha está com a visão boa, ela tem um grau minimo, mas a médica disse que pode ser por ela ainda estar se desenvolvendo, e por enquanto não influencia em nada, mas vamos fazer todos os exames certinhos para tratar o estrabismo e ver se esse grau pode aumentar ou não.

Deixe aqui nos comentários se você conhece algum caso de estrabismo, ou se você tem. É sempre bom trocarmos conhecimentos.

Um beijo e até mais!














Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique á vontade para comentar o que você achou do meu post,críticas construtivas são sempre bem vindas
Deixe o endereço do seu site aqui,que retríbuirei sua visita com muito carinho!